segunda-feira, 24 de maio de 2010

(74)

O mundo seria muito melhor sem a lição de moral. Vamos dizer um basta, parar com isso. Estamos querendo provar o que para quem? Até parece que os salvadores da pátria estão preocupados com o futuro daquele a qual se destina as palavras da salvação. Porra nenhuma! A famosa lição de moral é um ato egoísta, voltado a uma auto-afirmação de que eu sei o que estou falando e como sou muito superior a você tenho o direito a lhe ordenar o que fazer porque do auto do meu humanismo estou querendo a paz do mundo e todos que vivem nele.

Na minha opinião, que ataca demais, que paga de santinho muitas vezes, tem o rabo preso. Nunca ninguém viu Gandhi gritando para o mundo que ele vivia na miséria pelo povo da Índia, ou que a Madre Teresa de Calcutá doava a sua própria comida para os pobres. E o Chico Xavier, abdicou de uma vida rica por aqueles que ele nem conhecia. Quer ajudar a você ou ao próximo? É essa pergunta que devemos nos fazer.

Mandar, pagar de fodão é muito bom, não há no mundo alguém que não goste. Eu mesmo amo dar lição de moral, falar que eu sou honesto, justo e não sei mais o que. Quando os outros falam isso de mim, melhor ainda, estou no céu. Puta hipocrisia, se bobear nunca ajudei ninguém com o coração verdadeiramente aberto nesse mundo.

Pra terminar, uma lição de moral para todos que perderam o seu tempo lendo o que eu insisto em escrever: Nunca julgue o próximo, vamos aprender a elogiar mais e criticar menos, até aqueles intelectuais metidos a salvadores do mundo merecem o nosso perdão. Fim da lição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário